Crianças também fazem parte do Reino de Deus e sua propagação!

É essencial falar de missões para as crianças, pois desde pequenos eles precisam entender a importância da propagação do Reino de Deus neste mundo tão triste e cheio de situações que nos tiram a esperança. A criança tem papel fundamental no Reino de Deus, e o próprio Jesus, lá em Marcos 10:14 nos dá exemplo do quanto as crianças fazem parte dessa grande comissão. Ele pegou uma criança pra junto Dele, abençoou e disse que o Reino de Deus era delas, e ele ainda disse: NÃO AS IMPEÇAIS! Não as impeçais de me conhecer, não as impeçais de conhecer o meu reino, não as impeçais de viver a alegria de me servir!

É fundamental que a criança desde pequena entenda que as pessoas precisam de esperança, e que se não conhecerem Jesus Cristo, a única esperança, vão continuar vagando sem destino, rumo ao inferno.

Crianças fazem parte do Reino de Deus, SIM! Precisamos levar nossas crianças a se importarem com a obra missionária e compreenderem que a geração deles precisa ser alcançada; que os excluídos sociais precisam enxergar a única esperança; que em nossas cidades, nos grandes centros, ainda existem muitos que não conhecem a verdade do evangelho. Eles precisam se sentir parte disso como a geração que vai levar o único escape para o ser humano: JESUS CRISTO É A ÚNICA ESPERANÇA!

Vamos ensinar nossas crianças a amar missões, vamos levá-los a serem “picados pelo bichinho missionário”, e assim, teremos uma geração que vai de fato ser responsável pela expansão do Reino de Deus!

As crianças além de serem incentivadas a falar do amor de Jesus, e serem influenciadas a quando crescer serem Radicais, missionários, elas devem ser levadas a pensar na obra de Deus, quanto ao sustento, o sustento em oração principalmente, e o sustento de recursos.

E ai, você vai me dizer que crianças podem orar sim, mas como farão em relação a recursos, como elas conseguirão isso?

Pergunta complicada, mas com resposta simples: A criança pode também! Sim! Ela pode!

É aí que entra nossa geração, já de “grandes” rsrs, quando incentivamos e motivamos. As crianças tendem a ter ideias que são colocadas em sua mente pelo próprio Espírito Santo de Deus. E… sabe o que é legal? O próprio Deus dará os recursos!

Já vi crianças venderem brigadeiros que a tia ajudou a fazer, já vi crianças venderem limões que o avô comprou e incentivou, já vi meus filhos tirarem do lanche, a vender coisas para conseguir suas ofertas de missões, já ouvi história de crianças que fizeram venda de garagem… Minha filha uma vez, pintou quadros, meu filho já vendeu desenhos que ele mesmo fez, e etc. Posso passar o dia escrevendo e dizendo pra vocês como essas crianças podem ajudar com recursos, não por causa de dinheiro, porque Deus não precisa de dinheiro, Deus quer ofertas, ofertas são usadas para o Reino celestial, e quando nos colocamos no centro da vontade de Deus, Ele mesmo dará o recurso necessário.

O Ofertômetro, nada mais é do que algo que vai ser divertido para as crianças, e vai ainda mais incentivá-las a alcançar o seu alvo.

A criança precisa entender desde a tenra idade que o alvo pessoal é fundamental para se ter êxito em sua oferta. Ore com ela, ensine que ela pode falar com Deus sobre seu alvo.

Vou contar uma experiência que eu vivi com meu filho Gabriel! Um dia sentei com os meus três filhos e disse a eles que o alvo pessoal era importante, que missões não poderia ficar em segundo plano, que eles eram muito importantes para missões também, e que a mamãe e o papai iriam dobrar a oferta para missões. Porém, gostaria que eles também tivessem seus alvos pessoais. Pedi que eles orassem e vivessem a experiência de Deus responder para eles sobre o alvo individual. Conversamos um tempinho, oramos, e eles foram fazer suas tarefas daquele dia e brincar.

Passou uma tarde e depois de brincarem muito, e fazer suas tarefas, Gabriel, que estava ainda brincando, entrou repentinamente em casa e me disse: “Mãe, Deus já me deu meu alvo!” Desse jeitinho ele falou, exatamente assim! E eu então disse: Filho, que bom! Deus é muito bom! Agora é alcançar o alvo! Ele disse ainda extasiado de ter vivido aquilo: “Mãe, Deus falou meu alvo!” Eu via alegria em seu olhar, e êxtase em ter experimentado aquilo. Aquele ano, ele juntou sua oferta vendendo brigadeiros, e podemos assim, dobrar a oferta dele, e de seus irmãos.

Eu como mãe, fiquei muito feliz, pela oferta, por meu filho ter entendido sobre o alvo, por meu filho se importar, e principalmente pela experiência que ele teve com Deus, o qual trouxe alegria para ele.

Vamos fazer isso? Vamos combinar uma coisa muito importante: Vamos levar nossos filhos, as crianças, aqueles aos quais somos responsáveis, a ter experiência com Deus e seu poder.

Vamos usar esse ofertômetro com eles, e vamos falar sobre o alvo individual, vamos colar a foto deles no barquinho, se for uma turma de EBD, ou amigos de missões, ou a sua própria família, cole a foto do grupo, a foto da turma, a foto do seu PGMi ali naquele barquinho,  e diga, principalmente às crianças, que eles estão ali com Jesus e também são responsáveis em “pescar” gente, encher o barquinho de gente que precisa de esperança, que precisa ser resgatada! Vamos incentivá-las a orar, a sustentar, a falar e a ir!

Criança também faz parte da grande comissão!

Veja o passo a passo para preparar esse Ofertômetro https://missoesnacionais.org.br/blog/ofertometro-infantil/

Estela Mendes – Segunda Igreja Batista de Feu Rosa-Serra/ES.

Compartilhe nas redes sociais:
A importância do Alvo Pessoal para as crianças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *