Para glória de Deus, a Missão Cristolândia Vitória (ES), coordenada pelo missionário Emerson Josimar Gomes de Assis, gestor da unidade, e pelos missionários Lodemir e Eliene, responsáveis pelo atendimento das pessoas em situação de rua, retornou com as atividades presenciais e tem colhido frutos. No período de retorno a essas atividades, 10 pessoas escolheram deixar as ruas e começar uma nova fase, com sonhos e expectativas, tendo Jesus como a sua única esperança!

Isso é motivo de grande alegria! Só neste ano de 2021, foram acolhidas até novembro 149 pessoas na unidade, como o jovem Alberto Kister, de 28 anos, que viveu 10 anos de sua vida no uso intenso e contínuo das drogas, escolha essa que o levou a deixar a faculdade e, além disso, perder o vínculo familiar. Ele passou três meses em situação de rua na grande Vitória.

Alberto foi transformado na Cristolândia pelo poder de Deus e e hoje trilha um novo caminho

Durante esse período, ele relata ter vivido sem sonhos, com expectativas frustradas e sem encontrar esperança de um futuro próspero. Com a intensa necessidade do uso das drogas, precisou entrar para o tráfico, para sustentar seu vício de forma consistente. “Se eu soubesse da existência da Cristolândia há alguns anos, eu não teria vivido metade do que vivi”, afirma Alberto, que experimenta uma nova vida em Cristo Jesus.

A motivação dos missionários em cuidar e apoiar esse jovem tem sido essencial para o seu crescimento e permanência na unidade e no tratamento. De acordo com ele, isso o motivou a querer sonhar e planejar novas escolhas, e hoje seu maior desejo é reconstruir os vínculos familiares.

De acordo com a missionária Eliene Cardoso, que atua na unidade, não há palavras para expressar o sentimento de gratidão em ter o privilégio de ver vidas experimentando o processo de transformação que um dia ela também vivenciou. “É uma felicidade imensa poder receber cada um, ouvir suas histórias e poder ser um instrumento de Deus para abrir uma porta para o recomeço”, comenta.

O trabalho na Cristolândia Vitória continua dando frutos e sendo motivo de grande alegria!

Texto: Jennifer Soares

Adaptação: Redação de Missões Nacionais