Notícias



O pão e a transformação de vida na Cristolândia

O Dia Mundial do Pão, celebrado em 16 de outubro, foi instituído em 2000, em Nova York (EUA), pela União dos Padeiros e Confeiteiros. O primeiro registro do pão fermentado aconteceu, aproximadamente, 4 mil anos a.C., quando os egípcios realizaram a fermentação de uma massa de trigo. Mas foram os romanos que espalharam o consumo do pão pela Europa e hoje, ele é um alimento popular no mundo.

Para os cristãos, o pão tem um significado ainda mais especial, pois cremos que Jesus Cristo é o Pão da vida que desceu dos céus: “Porque o pão de Deus é aquele que desce do céu e dá vida ao mundo. Disseram-lhe, pois: Senhor, dá-nos sempre desse pão. E Jesus lhes disse: Eu sou o pão da vida; aquele que vem a mim não terá fome, e quem crê em mim nunca terá sede” João 6:33-35.

E por que a Cristolândia destaca o Dia Mundial do Pão?

Como parte do programa de reinserção dos alunos, algumas unidades da Cristolândia, nos estados do Espírito Santo, Bahia, Pernambuco e Rio de Janeiro oferecem curso de panificação com aulas práticas realizadas na própria unidade.
“Nossos alunos têm a oportunidade de aprender a produzir pães em nossas padarias escolas do projeto. Eles desenvolvem uma profissão que os proporcionará sustentabilidade e reingresso no mercado de trabalho”, afirma Renato Antunes, gerente Executivo de Assistência Social de Missões Nacionais.

O ministério Cristolândia possui 43 unidades que estão localizadas em nove estados e no Distrito Federal.

Seja um parceiro deste projeto que há 10 anos transforma vidas. Envolva-se para que toda a Pátria ouça que Jesus é o Pão da vida https://missoesnacionais.org.br/envolva-se-doe/

#MissõesNacionais2019 #Cristolândia10anos #DiadoPão