Notícias



Um combustível para o avanço missionário entre os indígenas

Os povos indígenas somam, segundo o Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, 896.917 pessoas e este é um dos desafios de Missões Nacionais. Atualmente, o Projeto Povos Indígenas pelo Brasil é coordenado pelo missionário Pr. Valdir Soares, conta com 35 missionários atuando em cinco estados e tem como principal objetivo a formação de líderes indígenas em sua própria etnias, chamados missionários autóctones. Além disso, o projeto abrange o trabalho de tradução da Bíblia para as línguas indígenas, ações sociais e sustentabilidade para cada comunidade.

No príncipio da formação de líderes, os missionários Pr. Wanderlei e Solange Pina atuam com a etnia Macuxi, em Roraima. O casal, que é missionário desde 2012, trabalha na capacitação e desenvolvimento de novos líderes indígenas, usando como base os relacionamentos discipuladores, preservando a cultura à luz da Palavra de Deus. Foi assim, que Jonaldo Macuxi se tornou um pastor, sendo acompanhado pelos missionários há mais de oito anos, ele hoje é um canal de alcance e discipulado entre o seu próprio povo, em diversas aldeias Macuxi.

Segundo o casal missionário, Jonaldo foi o primeiro integrante de sua família a ser alcançado pelo Evangelho e, a partir disso, ele passou a orar pela conversão dos demais membros. “Agora ele expandiu seus horizontes e, após alcançar a família, tem chegado em aldeias cada vez mais distantes com a boa-nova de Cristo”, afirma o Pr. Wanderlei.

O líder indígena autóctone possuía uma moto muito antiga, mas isso não o impedia de chegar às mais de cinco aldeias, que ele tem auxiliado na plantação de igrejas. Entre Beira da Arraia, Bom Jesus, Cumarú, Piúm e Sapo, Jonaldo chega a percorrer mais 380 Km para fazer visitas, pregar o Evangelho e realizar cultos junto ao povo indígena Macuxi.

“Por vezes, ele já teve que carregar a moto, que parou no meio de caminho. E nossa oração foi que ele conseguisse uma nova moto, para potencializar ainda mais o trabalho já realizado e, assim, Jonaldo e sua esposa conseguirem fazer as visitas com mais tranquilidade”, disse o Pr. Samuel Moutta, após uma visita ao campo missionário.

Agora, para glória de Deus, o missionário Jonaldo está muito mais motivado para seguir com o avanço missionário entre os seus irmãos indígenas. Através do poder de Deus, que mobilizou corações de parceiros desta obra por todo o Brasil, ele recebeu uma nova moto, totalmente regularizada e habilitada, que facilitará o acesso às diversas aldeias que são alvo para plantação de igrejas indígenas multiplicadoras.

O avanço missionário acontece porque pessoas e igrejas têm investido oração, contribuição e participação em projetos por todo o Brasil. Missões Nacionais louva a Deus por quem entende sua responsabilidade em alcançar a pátria para Cristo!

Faça parte disso: missoesnacionais.org.br/envolva-se-doe/