Missões o ano todo, mesmo em tempo de pandemia

Caros colegas, missões é um presente de Deus para a sua igreja. Receber esse presente nada mais é do que dar ouvidos à voz de Deus a nos dizer: muitos precisam conhecer o meu amor.

A missão de fazer Jesus conhecido entre todos os povos é tarefa da igreja de Cristo, que não deve se perder no ativismo e nem se deleitar em conforto, enquanto muitos sofrem por não conhecerem o plano de Salvação.

Temos relatos e registros sobre o crescimento da igreja em tempos de perseguição e, durante esse tempo, Deus proporcionou a vitória. A igreja não pode parar! A igreja é um organismo vivo que segue gloriosa e triunfante. Em tempo de pandemia não podemos parar, pois há uma ordem designada à igreja de Cristo: Ide por todo o mundo e preguem o evangelho (Marcos 16:15). … os campos estão brancos para a colheita (João 4:35). São palavras tão atuais que revelam a urgência de serem cumpridas.

O desejo do coração do pastor em mobilizar a igreja na obra missionária, faz com que a ela vivencie experiências brilhantes com o Senhor Jesus. A igreja que desenvolve atividades missionárias o ano todo tem o grande prazer de experimentar a maturidade cristã, assim como o crescimento numérico. A igreja que não faz missões é uma igreja desprovida do conhecimento prático da Bíblia Sagrada.

Muitos desafios foram postos diante dos nossos olhos; confessamos que nunca pastoreamos em tempo de pandemia, mas a atividade missionária desenvolvida pela igreja de Cristo é, sem dúvida, uma possibilidade para fortalecer, por meio de ações conjuntas, o elo fraternal entre os seus membros. Os recursos para a obra missionária estão dentro das igrejas e precisamos despertá-las para esse conhecimento. Deus não quer tirar o dinheiro do nosso bolso, Ele quer tirar o dinheiro dos nossos corações. Em todas as gerações Deus tem operado o milagre no meio do seu povo. Incentivar a igreja a se envolver em missões é proporcionar que ela vivencie o milagre da comunhão e da multiplicação.

Posso relatar muitas experiências, assim como muitos colegas, que, envolvidos na obra missionária, nunca viveram tempo de escassez, contudo, não por terem se envolvido nessa causa, pois volto a dizer que Missões é o presente de Deus oferecido à igreja dele.

A Junta de Missões Nacionais é mais do que uma agência missionária, ela é a mão de Deus estendida em favor de muitas vidas, cujo conteúdo são alimentos providos pelo povo de Deus. Como igreja de Cristo não podemos deixar faltar o conteúdo que socorre vidas e as traz para a presença de Deus.

Desejo encorajá-los, caros colegas, a viverem o milagre, a mobilizarem as ovelhas de Cristo, a se envolverem com missões tendo-a como mola propulsora da vida cristã, proporcionando ao máximo de pessoas a oportunidade de morrer para o mundo e nascer para Cristo.

“O nosso trabalho é levar o Evangelho aos ouvidos e Deus levará dos ouvidos para os corações” (Martinho Lutero). Não podemos esquecer que a fé sem sobra é morta em si, e que essas obras estão relacionadas às pessoas, ao cuidado com vidas.

Deus poderia ter escolhido outras pessoas para essa gloriosa tarefa, mas Ele nos presenteou, e mesmo conhecendo as nossas fragilidades, Ele nos escolheu para avançar fazendo Jesus conhecido o ano todo, mesmo em tempo de pandemia.

Pr. Leandro de Souza Andrade
Igreja Batista Bíblica Jesus Vive, Lauro de Freitas (BA)

Related Posts