Como montar uma Equipe Missionária (apaixonada e influente)

Com a finalidade de ajudar cada igreja a desenvolver a obra missionária de maneira abrangente, apaixonante e influente vou colocar, aqui, alguns conselhos práticos de como montar uma Equipe Missionária – independentemente de seu tamanho – para assim, de maneira mais eficiente, ajudar na ampliação da visão missionária dos crentes.

Nossa oração é que sua igreja possa cumprir as determinações de Atos 1.8, pensando em missões na comunidade local, na sua cidade, no seu estado, no Brasil e no mundo.

Quando Deus criou o mundo, Ele deu exemplo da necessidade de se trabalhar em equipe: Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo participaram dessa criação. Para se trabalhar e ver o progresso da obra missionária dentro de nossas igrejas, precisamos, da mesma forma, conseguir pessoas que demonstrem amor por Deus e por sua obra. Para isso, você, Promotor de Missões, precisa se colocar diante de Deus e sempre pedir que Ele faça você amá-lo mais e mais, e também a obra missionária.

Um promotor precisa ser alguém que demonstre paixão pelo que faz: “A palavra convence, mas o exemplo arrasta” – disse Confúcio. Assim, através do seu exemplo você pode arrastar pessoas para a sua equipe. As pessoas, que observam a sua maneira de trabalhar com amor, garra e determinação, de fazer tudo com muita paixão, vão ficando entusiasmadas e você, por sua vez, pode identificar aquelas que demonstram interesse em fazer parte da Equipe Missionária.

DEFINIÇÃO: Equipe Missionária é um grupo de pessoas apaixonadas por missões, que estejam dispostas a ser instrumentos nas mãos de Deus com o propósito de motivar e mobilizar toda a igreja para o cumprimento da Grande Comissão (Mateus 28.18-20).

Para montar essa equipe, seguem aqui algumas ações necessárias, que precisam ser realizadas pela equipe e que o promotor precisa conhecer:

• Gerenciar todo o programa missionário da igreja local.

• Ampliar a visão missionária da igreja com base nos ensinamentos bíblicos.

• Definir as estratégias para a expansão da obra missionária.

• Assessorar a liderança na área de missões.

• Envolver a igreja no programa missionário denominacional.

• Manter a igreja informada sobre o avanço da obra missionária na cidade, no estado, no Brasil e no mundo.

• Desenvolver projetos missionários que atendam às reais possibilidades da igreja.

• Promover campanhas, conferências, congressos missionários etc.

• Promover a intercessão missionária.

• Estabelecer um programa de apoio aos vocacionados que queiram se preparar para o trabalho missionário.

• Mobilizar a igreja para que viva missões durante os 365 dias do ano.

Para formar essa Equipe Missionária você terá que:

1. Orar diariamente com intensidade, com estratégia, seriedade e perseverança, além de buscar a visão de Deus para a obra que pretende desenvolver.2. Partilhar a ideia da formação da equipe com o pastor da igreja, que é o líder e, portanto, a peça-chave no processo.

3. Detectar outros membros da igreja que tenham o mesmo pensamento.

4. Buscar o apoio da liderança da igreja.

5. Os membros da Equipe Missionária devem reconhecer essa função como um ministério, tornando-se cada vez mais apaixonados pelo que fazem.

Faça uma lista de possíveis pessoas que tenham características próprias para esse trabalho e ore por esses nomes, que serão convidados a fazer parte da equipe.

Como conseguir que minha equipe esteja engajada nessas ações?

Essas ações só poderão acontecer se você, promotor, estiver trabalhando na total dependência de Deus e levando sua equipe a fazer o mesmo.

Após montar a equipe, procure ter amizade com cada um, orem juntos para que haja crescimento mútuo e a permanência de cada um na Equipe Missionária.

Compartilhe com eles, também, sobre a bênção de ser participante dessa equipe, mostrando, da mesma forma, a responsabilidade, capacitando e delegando tarefas que deverão ser executadas pela equipe. Por isso é preciso que ocorram reuniões periódicas com a equipe.

A importância do Promotor de Missões na equipe

Portanto, você, Promotor de Missões, é pessoa de fundamental importância na organização e no funcionamento da Equipe Missionária, especialmente na área de Estratégia e Promoção.

• O Promotor precisa demonstrar ardor, paixão pela obra missionária e contagiar outros com a sua atuação.

• Precisa sentir-se chamado por Deus para o trabalho de promoção.

• Precisa ter competência, visão, iniciativa, comprometimento, autoconfiança, liderança, fluência na palavra e organização.

Amado Promotor de Missões, em atendimento a essa chamada de Deus para você, faça tudo com dedicação e muita paixão, levando toda a sua equipe a ter esse mesmo ardor.

Convido você a ser esse melhor e mais apaixonado promotor, a levar sua equipe a trabalhar com muita paixão e isso tudo para a glória de Deus. Então, mãos à obra!

 

Maria Helena Leão Santos

Missionária Mobilizadora no Rio de Janeiro


Warning: preg_match(): Compilation failed: invalid range in character class at offset 12 in /home/missoesnacionais/www/campanha2020/wp-content/plugins/js_composer/include/classes/shortcodes/vc-basic-grid.php on line 184
  • Tudo
  • Revista do Pastor
  • Revista do Promotor
  • Revista Gratidão
  • Revista Líder de PGM

Multiplicando o amor que recebi do Pai!

“Nós amamos porque Ele nos amou primeiro.” 1 João 4.19 Quando nos reportamos ao início da Igreja de Cristo na terra, nos lembramos que ela nasce sobre o firme e sólido mandamento de “sermos testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria, e até aos confins da terra” (Atos 1.8). Creio que...

Por que fazer campanhas missionárias?

“Pois dou testemunho de que eles deram tudo quanto podiam, e até além do que podiam. Por iniciativa própria eles nos suplicaram insistentemente o privilégio de participar da assistência aos santos.” 2 Coríntios 8.3,4 A campanha (assistência aos santos) referida em 2 Coríntios tinha o objetivo de ajudar os crentes da Judeia em um período...

Como envolver os PGMs em missões?

“Se os pequenos grupos não têm uma proposta para missões, então não servem para a nossa igreja” - Pr. Gilson Breder, em 1999, ao discutir a implantação de PGMs na PIB Campo Grande (MS). Baseado em Mateus 28.18-20, missões é fazer discípulos, que é a razão de um Pequeno Grupo Multiplicador. A ordem é multiplicar...

Como envolver a igreja no levantamento da oferta?

Louvo a Deus pela vida de nossos Promotores de Missões. Aqui, na QIB em Cardoso Moreira, minha amada esposa, a pouca sombra Vanessa, e meu Secretário Executivo, Júlio, são os Promotores de Missões. Eles amam missões e têm carta branca para desenvolverem o trabalho de Missões Mundiais (março a junho) e Missões Nacionais (setembro a...

A ética de fazer a Campanha e não enviar a oferta

Sendo este um tema delicado, rogo a Deus que me conceda a Sua graça para abordá-lo, de modo a alcançar o coração de cada pastor e líder responsável por administrar os recursos levantados pela igreja, para a obra missionária. A obra missionária é o instrumento de Deus para ganharmos o Brasil e o mundo para...

Missões como expressão da igreja local

Porque Ele nos amou primeiro, amamos aqueles que precisam ser amados por nós. A Igreja Batista do Calvário, da qual sou pastor, tem um grande amor por missões. Em primeiro lugar, a igreja reconhece que Deus nos amou primeiro: “Nós amamos porque ele nos amou primeiro” 1 João 4.19. Esse amor nos impulsiona a amar...

Algo é meu para que doe?

Certa vez eu pedi a Deus em oração uma coisa simples: um período de lazer para que eu pudesse caminhar. Fiquei muito feliz porque o Senhor me atendeu e me senti extremamente abençoada. Enquanto caminhava, comecei a perceber a presença de pessoas que precisavam ouvir do amor de Deus, que, na verdade, eram as mesmas...

Missão de quem?

A divisa da Campanha de Missões Nacionais deste ano, retirada de 1 João 4.19, bem que poderia ser parafraseada em linguagem missiológica: “Nós vamos porque Ele veio primeiro”. Com razão, se fazemos missões hoje, é porque, muito antes de nós, Jesus fez missões ao vir nos salvar. A missão não começa em nós, mas em Deus, que é quem está em missão. Essa verdade é o que os teólogos...

Estratégias para avançar e multiplicar

Fazer missões é algo apaixonante! Não existe nada melhor que possamos fazer por alguém do que apresentar Jesus. Quando fazemos missões, estamos fazendo exatamente isso. Seja no campo, seja através da oração ou da contribuição. Mas nós que temos a responsabilidade de mobilizar as igrejas, também temos grandes desafios e acredito que o maior deles...

Momento missionário sem missionário

O momento missionário é a principal oportunidade para que o promotor informe a igreja acerca do campo missionário. Nesse momento, todo promotor deseja a presença de um missionário para impactar as pessoas e, talvez, influenciar no alcance do alvo de ofertas. Mas, será mesmo imprescindível que um missionário esteja presente nesse momento? Certamente que não!...

Related Posts