Veja alguns exemplos dos nossos desafios:

  • No Brasil há mais de 222 municípios com menos de 2% de evangélicos.
  • Temos muitas pequenas Igrejas e Congregações sem pastores e seminários sem recursos.
  • Há mais de 90 povos indígenas no Brasil totalmente não alcançados.
  • Há mais de 4000 línguas sem tradução da Bíblia.

Ao mesmo tempo em que pregamos aqui na nossa Jerusalém temos que pregar em toda a Judéia, Samaria e até os confins da terra.  Existem três formas de fazer isso: indo, orando e contribuindo. Missões se faz com os pés dos que vão, os joelhos dos que ficam e as mãos que contribuem. Deus chama a todos para a sua obra.  Alguns, Ele chama para ir indo e a outros Ele chama para ir ficando. Somos abençoados para abençoar. Este é o princípio que Deus nos ensina. Alguém afirmou que cerca de dois terços do dinheiro do mundo estão as mãos das pessoas que se dizem cristãs. Por que será que Deus abençoou tanto o seu povo? A Palavra de Deus responde “Que Deus tenha misericórdia de nós e nos abençoe, e faça resplandecer o Seu rosto sobre nós, para que sejam conhecidos na terra os teus caminhos, a tua salvação entre todas as nações” (Salmo 67.1,2). Se pararmos para pensar, o dom da graça de Deus é a razão mais que suficiente para contribuirmos para missões. Dar para a obra missionária é a nossa resposta ao presente que Deus graciosamente nos deu.

O investimento na obra missionária não está enraizado na emoção, no entusiasmo ou no nosso sentimentalismo. É um princípio bíblico, é resposta ao chamado de Deus para a igreja. É uma decisão de se comprometer e de se tornar coparticipante na obra que Cristo começou. É um ato de obediência, gratidão e generosidade.

Reflita comigo:

Quanto gastamos com supérfluos no nosso dia a dia? Quantas coisas compramos e não usamos? Quantas vezes nos arrependemos de ter gastado nosso dinheiro em coisas desnecessárias?

Devemos nos perguntar: Quanto temos gastado com roupas, sapatos, acessórios, maquiagem, tratamento de beleza, brinquedos, guloseimas, animais de estimação, shoppings? Tudo isso é possível, mas precisamos ter cuidado com os excessos.

A Igreja pode contribuir para o avanço da obra missionária de várias formas, porém eu quero destacar aqui a participação através do PAM BRASIL (Parceiros na Ação Missionária). Você participa de um projeto ofertando mensalmente para o sustento dele. Me sinto uma privilegiada em poder participar da obra missionária através do PAM. Por exemplo, um dos missionários que eu adoto se chama Manoel Moreira que trabalha no Vale do Açú-RN. Ele está liderando um grupo de missionários em Formação e plantando 40 novas igrejas lá no Vale. Eu me sinto participante dessas plantações, me sinto  presente, junto com o missionário que adoto, trabalhando com ele, porque oro por ele diariamente e uma vez por mês eu participo do seu sustento financeiro.

O compromisso de sustentar missionários é de toda a igreja e eu e você somos a igreja. Precisamos ver muito mais irmãos adotando um missionário como sendo o seu missionário.

Para isso precisamos:

  1. Colocar a Igreja diariamente em oração;
  2. Distribuir nomes de missionários para que pessoas individualmente orem;
  3. Mostrar resultados dos trabalhos missionários através de vídeos, experiências e informações sobre o que está acontecendo em toda parte do Brasil;
  4. Levar um missionário ou alguém da junta de Missões Nacionais para falar, agradecer e encorajar na continuidade da obra;
  5. Você como promotor, faça um levantamento de quantos irmãos de sua igreja tem um missionário adotado de Missões Mundiais e outro de Nacionais;
  6. Comece com você, adotando um missionário, sendo exemplo para sua igreja, levando também sua equipe e motivando toda a diretoria da igreja a também adotar um missionário;
  7. Faça uma meta por mês até que chegue a todos os irmãos ou famílias da igreja adotando um missionário.

Senão eu, quem?

Se não agora, quando?

Deus tem pressa! Precisamos agir rapidamente!

Maria Helena Leão Santos – Missionária de Alianças Estratégicas/RJ.

Compartilhe nas redes sociais:
Por que contribuir para Missões?

4 ideias sobre “Por que contribuir para Missões?

  • 18/12/2020 em 20:38
    Permalink

    Minha contribuição mensal foi interrompida.Naoconsegui pagar duas mensalidades , porque tinha uma em atraso.

    Resposta
    • 21/12/2020 em 20:13
      Permalink

      Olá querida irmã Maria! Por favor fale sobre os PAMs no WhatsApp da JMN – 21 99287-7515. Deus abençoe seu ministerio!

      Resposta
  • 18/12/2020 em 22:40
    Permalink

    Graça e paz!!

    Gostaria de receber todos os materiais da campanha.

    Resposta
    • 21/12/2020 em 20:12
      Permalink

      Olá irmão William! Por favor fale no WhatsApp da JMN 21 99287-7515 e eles lhe ajudarão a receber o material da próxima campanha de Missões Nacionais. Aqui no Blog temos muito material disponivel para os promotores tbm. Deus abençoe!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *