No material da campanha encontramos várias sugestões de momentos missionários. Aqui falaremos sobre todos eles!

Se sua igreja estiver apenas com cultos on-line, grave previamente ou faça ao vivo as sugestões abaixo.

PORQUE ELE NOS AMOU, SOMOS REFLEXOS DELE!

(15 a 20 minutos)

Para fazer este momento missionário você precisará de espelhos de diversos tamanhos e molduras, para ornamentar o ambiente. Desenho de um grande sol (pode ser feito em animação e projetado em Datashow, caso a dinâmica seja diferente da que propomos aqui). Pessoas vestidas de amarelo ou com camisetas dessa cor.

Caso sua igreja esteja apenas com cultos on-line, convide algumas pessoas para gravarem esta dinâmica, ou faça você mesmo, resumidamente.

O Objetivo desta dinâmica é levar a igreja a conhecer a importância do significado de fazer discípulos, assumindo sua identidade como luzeiro do mundo (Filipenses 2.15), estimulando cada membro a assumir a missão de ser antes de fazer.

Narração: Na tão conhecida passagem das bem-aventuranças, narrada pelo evangelista Mateus, no capítulo 5, versos 1 a 12, Jesus é encontrado como luzeiro, no alto de um monte, cercado por uma multidão. Como Sol da justiça, Ele aparece a iluminar a vida humana com as palavras dele indicativas de felicidade plena, espargindo a luz da sabedoria, encarnando o que realmente significa ser semelhança de Deus. Do mesmo modo que o sol tem múltiplos raios, devemos brilhar intensamente, refletindo a luz de Cristo, através do nosso proceder. Vamos relembrar as bem-aventuranças, apontando para o brilho que devemos levar aos que estão perdidos nas trevas.

À medida que vai mencionando cada bem-aventurança, os oito participantes vão entrando, segurando um raio na mão, para montar um grande sol. Cada raio representa um aspecto da vida de um cristão. O texto de cada bem-aventurança deve ser lido por cada participante.

Narração: Jesus afirmou que o verdadeiro cristão precisa refletir a luz dele e fará do evangelho a fonte do seu amor pela missão. Dessa forma, o discípulo de Cristo refletirá a sua luz em meio às trevas, presentando as seguintes características:

HUMILDADE (Entra o primeiro participante com um raio de sol na mão, coloca-o sobre a silhueta do sol e diz:) “Felizes são os humildes de espírito, porque deles é o Reino dos Céus” (v.3). A humildade é muito importante no cumprimento da missão. Para chegar até o outro, o carente do amor de Deus, o servo de Cristo precisa descer, humilhar-se à semelhança de Cristo, que foi obediente até a morte. O missionário se desapega de si para dar-se ao outro. Esta é a evidência do amor, é o brilho que ilumina os homens.

CONTRIÇÃO (O segundo participante entra, coloca o raio na figura do sol e lê:) “Felizes os que choram, porque eles serão consolados” (v.4) Um cristão derrama lágrimas durante sua trajetória de vida como semeador, conforme afirma Salmos 126.5,6: “Os que com lágrimas semeiam com júbilo ceifarão. Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará com alegria trazendo consigo os seus feixes”. Quantas vezes os missionários de Cristo têm chorado amargamente, bebendo o cálice da obediência. Devemos interceder por eles, para que suportem as aflições como bons soldados do Reino.

MANSIDÃO (Entra o terceiro participante, posiciona o seu raio e recita o
versículo 5 de Mateus 5:) “Felizes os mansos, porque eles herdarão a terra”. A mansidão é uma forma de demonstrar AMOR ao próximo. Na liderança, a mansidão é um atributo imprescindível. Moisés foi um líder manso, o que não significava que ele fosse passivo. Ser enérgico, firme e, ao mesmo tempo, dócil são atributos de pessoas que seguem rumo aos campos.

JUSTIÇA (O quarto participante entra, coloca o raio que representa e recita o versículo 6:) “Felizes os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos.”. Uma característica essencial ao cristão em qualquer campo de atuação é trabalhar em favor do que é correto. Apresentar Jesus aos afastados de Deus é conduzi-los à justiça da cruz, que justifica todo pecador. Essa é a tarefa essencial do missionário, de todo crente.

MISERICÓRDIA (Entra a quinta pessoa com o raio de sol que representa, coloca-o na figura e diz:) “Felizes os misericordiosos porque eles alcançarão misericórdia” (v.7). Amar é exercer misericórdia, ou seja, colocar o próprio coração na miséria do outro. Exercitamos a misericórdia quando vamos ao encontro dos ribeirinhos, dos sertanejos ou dos marginalizados. Exercitamos a misericórdia quando somos solidários e altruístas. Exercitamos a misericórdia quando evangelizamos e contribuímos para a obra missionária.

SANTIDADE (O sexto participante entra com a palavra (raio) Santidade,
representando a pureza de coração e a posiciona na figura do sol. Diz:) “Felizes são os limpos de coração porque eles verão a Deus.”. Se queremos refletir a pessoa de Deus, temos que ser santos como Ele é Santo. Essa santidade certamente mostrará aos outros o Deus que vemos e sentimos. Pureza de propósito, ausência de ganância e despojamento revelam nossas reais intenções, quando temos um coração puro e voltado para o Reino de Deus. Não basta fazer missões; temos de fazê-lo com inteireza de coração, com a motivação correta.

PROMOÇÃO DA PAZ (O sétimo participante entre, coloca o raio que
representa e diz:) “Felizes os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus.” (v.8). Promover a paz é levar a paz de Cristo a todos os corações sem Deus. Missões Nacionais promove a pacificação junto às crianças, aos surdos, nos presídios, nas cracolândias e nos rincões mais distantes do nosso País. Onde o nome de Cristo é promovido, a paz chega com as boas-novas e o AMOR que cobre uma multidão de pecados. Sejamos promotores da paz. Sustentemos os que promovem a pacificação.

PERSEGUIÇÃO PELO EVANGELHO (O oitavo participante entre, coloca o raio que representa e diz:) “Felizes aqueles que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus” (vv.10,11). A Justiça de Cristo ameaça as hostes infernais. O inimigo se levanta contra aqueles que estão na frente da batalha. Por isso, devemos todos sustentar os vocacionados com oração, pois “não ignoramos os ardis do diabo”. Muitos ainda perdem a vida por amor ao evangelho nos países perseguidos. Chegou a vez de a nossa geração entregar-se por amor àquele que nos amou primeiro. Ainda que venham provações, calúnias e oposições não podemos desanimar, porque “grande e extensa é a obra”.


Todos os participantes devem continuar na plataforma até a finalização da apresentação.

Narração: “O evangelista João apresenta Jesus como o grande EU
SOU na concretização da Missão divina. É o AMOR em vestes de trabalho. Para explicitar o real significado desse EU SOU, após cada um dos sete milagres narrados nos capítulos 2 a 11, João apresenta o Messias como: o Pão da Vida; a Fonte da Água da Vida; a Luz do mundo; o Bom Pastor; a Porta das ovelhas; a Ressurreição e a Vida; o Caminho e a Verdade e a Vida; a Videira verdadeira. Todas essas características são exclusivas de Cristo. Somente uma delas Jesus dividiu com os cristãos: ‘Vocês são a LUZ do mundo’ (Mateus 5.14). Ele afirmou que não se pode esconder uma luz embaixo de um cesto ou sob uma cama. Se somos luz, precisamos brilhar em meio às trevas. Quem está nas trevas? Todo aquele que não tem a luz de Cristo. Precisamos refletir essa luz. Dessa forma, temos que investir na evangelização e no avanço da obra missionária. Essa tarefa é de todo cristão, onde quer que se encontre e aonde quer que o Senhor o enviar. Por isso, Missões Ncionais tem investido em projetos como a Cristolândia, a evangelização de povos indígenas, de crianças e tantos outros”.

Quando o narrador terminar de falar, ele convida os oito “raios do sol” a recitarem juntos o versículo 16 de Mateus 5, enquanto o narrador cola o versículo no centro do círculo: “Assim resplandeça a sua luz diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem a seu Pai, que está nos céus.” (Mateus 5.16)

Narração: “Esta é a expectativa e o desejo do nosso grande Mestre para a igreja dele”.

Em seguida, o narrador convida toda a igreja a repetir o versículo com ele. Pode ainda solicitar que a igreja repita o verso de forma diferente:

“Assim resplandeça a MINHA luz diante dos homens, para que vejam as MINHAS boas obras e glorifiquem a MEU Pai, que está nos céus.” (Mateus 5.16).

Ou pode pedir que cada crente vire para o irmão do lado e substitua o pronome pelo nome da pessoa:

“Assim resplandeça a luz de __________ diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem a seu Pai, que está nos céus.”
(Mateus 5.16).

Encerre com a música “Luzeiros”, de Rachel Novaes. Pode ser um solo ou uma oração com essa música de fundo. (Você pode encontrá-la no YouTube.)

Abaixo disponibilizamos todo o texto acima em Word, pronto para imprimir:

PORQUE ELE NOS AMOU, VAMOS AMAR TAMBÉM!

(10 a 15 minutos)

Para fazer esta dinâmica no momento missionário você precisará confeccionar corações em papel celofane vermelho, que caibam na palma da mão, e colocar dentro de pequenos envelopes. A ornamentação pode ser feita com móbiles de placas de raios-x ou imagens de resultados de exames de ecocardiograma ou eletroencefalograma projetadas no Datashow.

Se sua igreja estiver apenas com cultos on-line, grave esta dinâmica, mostrando como o coração se contorce em suas mãos. É um momento missionário rápido e impactante!

O objetivo é levar a igreja a reconhecer que o amor cristão é essencialmente prático e que fazer missões é vestir o amor-sentimento com trajes de serviço.

O promotor começará a atividade com a seguinte provocação: “Se existisse um aparelho capaz de radiografar sentimentos ou verificar os batimentos do amor que você carrega no peito, em que ritmo seu coração estaria pulsando por missões?”.

Em seguida, ele distribui para cada membro da igreja ou pessoas da congregação um pequeno envelope, contendo um coração feito de papel celofane vermelho, que caiba na palma da mão. O envelope é distribuído e aberto. Todos são convidados a abri-lo e pegar o coração. São orientados a colocá-lo na palma da mão para ver o que acontece. Todos perceberão que o pequeno coração começa a se enrolar, devido ao calor emitido. É um momento de descontração que leva à reflexão.

O promotor pede que todos se concentrem no pequeno coração vermelho e faz as seguintes perguntas: “Seu coração tem batido forte quando vê uma criança em situação de rua ou um marginalizado precisando de socorro? Você tem sido capaz de se condoer com pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza ou por ricaços empobrecidos, confinados em seus condomínios ou luxuosas mansões? Dentro de você pulsa um coração agradecido pelo grande AMOR de Deus, que o amou antes mesmo de você o escolher?”.

Nesse momento o promotor reflete com a igreja que quando nosso interior é aquecido pelo Espírito Santo, nosso coração se contorce, muitas vezes, emocionado. Mas fazer missões não se restringe a ter um sentimento bonito. Fazer a obra de Deus requer mais do que isso. É preciso arregaçar as mangas, “pôr a mão na massa” (e também no bolso) e suar a camisa, pois “grande e extensa é a obra”. Ir aos campos brancos para a ceifa exige decisão, empenho, dedicação e entrega de bens, talentos e tempo de qualidade na oração. E esse campo é o mundo todo. Onde quer que haja um pecador sem Cristo, a responsabilidade é de cada cristão. Em seguida, recita-se o Tema, a Divisa e canta-se a Música Oficial.

Abaixo disponibilizamos um molde de coração de 5 cm para serem cortados no papel celofane e o todo o texto acima:

PORQUE ELE NOS AMOU, SEMEEMOS A SEMENTE SANTA!

(10 a 15 minutos)

Para fazer esta dinâmica no momento missionário você precisará de frutas com caroço (próprias de cada região). Sugerimos: abacate, mamão, laranja, maçã, uva etc. Luvas descartáveis, para a manipulação das frutas e faca de corte (a ser utilizada com muito cuidado).

O objetivo é levar a igreja a refletir sobre o valor de uma semente, que, simbolicamente, representa a Palavra de Deus plantada em cada coração sem Cristo.

Se sua igreja estiver apenas com cultos on-line, grave esta dinâmica com a participação de algumas pessoas e transmita no culto.

O promotor apresenta diversas frutas e frutos e os corta ao meio: abacate, maçã, maracujá, mamão, romã, laranja e melancia. Pede para voluntários irem até a mesa e contarem as sementes/caroços de cada fruta. Alguns terão dificuldades em fazê-lo, por conta da quantidade dos caroços/sementes. Outros o farão mais rapidamente.

O Promotor faz a aplicação da dinâmica:

Assim como não podemos saber a quantidade de sementes em alguns frutos, também não podemos saber quantas almas um salvo poderá gerar. Alguns frutos apodrecem no pé. Outros saciam a fome de muitos. E outros têm suas sementes germinadas de tal forma que nunca poderemos saber a quantidade de frutos gerados a partir de nós mesmos.

O promotor apanha uma maçã, corta-a diante da igreja, cita a frase de Robert H. Schuller: “Qualquer um pode contar as sementes em uma maçã, mas só Deus pode contar o número de maçãs em uma semente.”. Da mesma forma, é essencial que cada discípulo produza frutos que saciem a fome do mundo. E esses frutos se multiplicarão por meio de novas sementes.

Podem ser distribuídos entre os presentes maçãs cortadas em cubinhos no palito. Ou mesmo sementes de alguma fruta num saquinho transparente, com etiqueta com os seguintes dizeres: “Porque Ele me amou, vou multiplicar o amor.” Ou “Porque Ele me amou, vou produzir frutos.” ou algo semelhante.

Com certeza será um momento missionário inesquecível, porque conta com mais de um sentido, o que favorece a assimilação da importância da semeadura da Palavra de Deus, e do discipulado. O importante é que o promotor fique livre para criar em cima das ideias aqui sugeridas. Pesquise dinâmicas que venham a abrilhantar os seus momentos missionários. Seja criativo!

Terminar cantando algum hino relacionado à semeadura, como por exemplo: “Ceifando” (429 CC). Ore, consagrando esse momento ao Senhor.

Abaixo disponibilizamos todo o texto acima em Word, pronto para imprimir:

PORQUE ELE NOS AMOU, SEJAMOS INTERCESSORES FIÉIS

(15 a 20 minutos)

O objetivo é fazer a interação da igreja, de forma que todos intercedam por missões.

O promotor enfatizará a importância da oração na obra missionária. Utilizará um recurso bem conhecido e geralmente bem visto, por envolver o elemento surpresa. Por isso, só é possível fazê-lo nos cultos presenciais.

Com antecedência, o promotor colará embaixo de alguns assentos motivos de orações pelos diversos campos e propósitos de Missões Nacionais. Em duplas ou trios, a congregação é convidada a interceder por esse(s) motivo(s) que estará(ão) sob os bancos ou cadeiras.

Uma forma de variar essa atividade é utilizar bexigas (ou bolas de encher) coloridas e cheias. Podem estar dispostas à frente, na nave do templo. Também podem ser coladas no teto ou paredes ou em suportes em forma de coluna. Embaixo de alguns bancos ou cadeiras são colados números, que correspondem aos números adesivados nos balões. O(s) irmão(s) que encontrar(em) o número embaixo do seu assento irá(ão) à frente, a fim de interceder pelo pedido missionário colocado dentro do balão correspondente. Muita atenção, porém, à administração do tempo e da movimentação que o recurso demanda. Os intercessores deverão ser bem específicos, para que o culto não se estenda em demasia.

Abaixo disponibilizamos o texto em Word:

PORQUE ELE NOS AMOU, SEJAMOS INTERCESSORES FIÉIS – Monólogo Acsa

(20 minutos)

Esta dinâmica é um encenação, um monólogo!

Para que essa atividade tenha êxito é necessário que o promotor contextualize o episódio, lendo os textos relacionados: Josué 15.16-19 e Juízes 1.12-15.

Abaixo disponibilizamos todo o texto em Word:

Disponibilizamos também o vídeo com a gravação do monólogo:

Esta encenação poderá ser gravada e transmitida nos cultos on-line, ou podem usar a gravação que disponibilizamos acima. É só baixar:

Entra a personagem Acsa, vestida com trajes de época. Deverá ser uma moça ou jovem senhora com desenvoltura na fala e expressividade.

O promotor termina esse momento apresentando desafios missionários a serem colocados diante do Pai. Pode dividir o momento de oração em: gratidão e intercessão. Pode projetar no Datashow: “Pai, dá-me um presente” (pode ser colocado junto à frase um GIF animado com uma caixa de presente se abrindo).

O promotor apresenta os presentes ou bênçãos que precisamos pedir ao Pai do Céu. Em seguida, diz: “Algumas terras que o Pai já nos deu são terras áridas, desafios que precisam ser bem trabalhados para que apresentem frutos. Outros solos já estão prontos para a colheita, porque foram semeados em terras férteis. Seja qual for o tipo de solo dado pelo Pai, precisamos continuar plantando e colhendo. Deus já tem dado as terras para o cultivo e a colheita. Basta investirmos nos maquinários (recursos), nos trabalhadores (ceifeiros) e na plantação (obra missionária). Com certeza, fontes de bênçãos estarão sempre a jorrar nessas terras, porque Jesus é a Fonte e Ele nos deu os campos para ceifarmos.

PORQUE ELE NOS AMOU, VAMOS REPARTIR A SALVAÇÃO INTEGRAL! VISÃO E MISSÃO

(20 a 30 minutos)

Para esta dinâmica você precisará passar o vídeo abaixo no culto:

O Objetivo é levar a igreja a refletir sobre sua responsabilidade de compartilhar a mensagem de Salvação, em sua integralidade, sem medir esforços na doação, em gratidão pelo amor daquele que nos amou primeiro.

Esta sugestão pode ser adaptada e gravada para os momentos missionários on-line.

Exibir o vídeo ZOOM, que pode ser baixado do YouTube (
https://www.youtube.com/watch?v=Kgi-RCEjOLw ) Em seguida, fazer uma reflexão sobre a experiência de dar um zoom no mundo. É um exercício de ver como Deus nos vê.

Vocês perceberam como é interessante essa experiência do afastamento? Tudo o que vemos depende do ângulo da nossa visão.

Cantar o cântico: “Tu és soberano”. Logo após, perguntar à igreja: “Como vocês acham que Deus nos vê?”. Mesmo do alto da glória dele, Deus nos enxerga e nos ama. Mas como nós nos vemos? Como enxergamos o mundo? E de que forma essa visão mexe conosco, com nossos propósitos de vida?

(Enquanto essa atividade é realizada, pode-se projetar a Música Oficial ou imagens de ações promovidas por Missões Nacionais)

Vamos nos dividir em duplas e cada um entrevistará o outro, utilizando o quadro comparativo – anuncia o promotor.

Disponibilizamos abaixo os slides prontos com o quadro comparativo e as perguntas para serem projetadas. É só baixar:

O promotor retoma a palavra e termina com uma reflexão: “Como você tem contribuído com missões? Seu esforço tem sido suficiente? Você procura se informar sobre a realidade dos desafios missionários em sua cidade, estado e País? A visão de futuro que norteia sua vida está afinada aos propósitos de Deus para a Salvação da humanidade? Seus recursos financeiros contemplam a expansão do Reino de Deus na Terra?”.

Lembre-se: “Você chegará tão longe e voará tão alto quanto sua visão lhe permitir. Fazer missões é alcançar a visão de Deus para a humanidade e o seu propósito dentro dessa missão.”. (Esta frase está no último slide)

Disponibilizamos abaixo todo o texto em Word:

PORQUE ELE NOS AMOU, VAMOS REPARTIR A SALVAÇÃO INTEGRAL! RECEITA MISSIONÁRIA

(10 a 15 minutos)

Esta sugestão pode ser gravada e transmitida nos cultos on-line.

O promotor pode se caracterizar como um cozinheiro ou pedir a alguém para fazê-lo. Avental, equipamentos, chapéu de mestre-cuca, enfim, o cenário poderá ser uma cozinha. Algumas vasilhas, colheres e outros utensílios podem fazer uma boa ambientação. A Bíblia pode ser utilizada como um grande Livro de Receitas. O texto bíblico pode ser projetado no Datashow. Introduz-se a atividade, dizendo:

O capítulo 12 de Romanos é uma prescrição espiritual para o sucesso no campo missionário. Nessa receita, encontramos os ingredientes, o modo de preparo e o resultado de uma consagração total. Fazer missões é levar esses ingredientes até o forno da fé e produzir boas obras, para a glória de Deus.

(À medida que vai citando, vai colocando faixas com os dizeres dentro de um grande utensílio, que pode ser uma bacia plástica)

Ingredientes: Corpo consagrado (v.1), Mente transformada (v.2), Moderação (v.3), Integração no Corpo (vv.4,5) e Dons espirituais (vv.6-8).

Modo de preparo: Coloque o seu corpo como sacrifício vivo, santo e agradável a Deus. Em seguida, acrescente uma mente transformada. Use uma pitada de moderação, para dar sabor à massa. Misture todos os ingredientes e faça a integração do Corpo. Finalize com os demais ingredientes, a gosto: segundo a Graça que nos foi dada: profecia, ministério, ensino, exortação, contribuição, liderança e misericórdia. Todos são importantes para que o sucesso dessa receita.

Aconselha-se acrescentar um recheio com ingredientes a critério. Quanto mais incrementado, melhor o sabor da massa.

Recheio: Alegria na esperança, Paciência na tribulação, Perseverança na oração, Comunicação com os necessitados, Hospitalidade/acolhimento.

A cobertura é o Espírito Santo quem garante: Bênção aos que os perseguem, Alegria com os que se alegram e choro com os que choram, Unidade, Humildade, Bondade, Honestidade, Paz com todos, Perdão, Complacência e Oposição ao mal.

No final do culto, podem ser distribuídos ou vendidos, em prol da Campanha, cupcakes ou pedaços de bolos embalados, dependendo da condição da igreja ou do ambiente em que está sendo feito o momento missionário. Cada elemento distribuído pode conter um pedido específico de oração por um dos ministérios da Junta de Missões Nacionais.

Também pode ser solicitada a doação de uma torta a ser apresentada no final da atividade. Sugerimos que se faça um leilão. No culto da manhã, pode ser apresentado um lance mínimo e o promotor fica responsável por receber o lance até o final do culto da noite. Quem der o maior lance leva a torta.

Disponibilizamos abaixo todo o texto em Word:

PORQUE ELE NOS AMOU, VAMOS REPARTIR A SALVAÇÃO INTEGRAL! CORDEL MISSIONÁRIO

“Cordel Porque Ele me amou” de Antonio Marcos Bandeira – Primeira Igreja Batista Siqueira – Fortaleza (CE).

Todo cordel está disponível em Word abaixo:

Este cordel pode ser recitado nos cultos presenciais ou gravado para os cultos on-line.

Todos estas sugestões de momentos missionários foram escritas por Lídia Barreto Cardoso Soares (Professora e Educadora Cristã).

Compartilhe nas redes sociais:
Momentos Missionários do material da campanha
Classificado como:        

4 ideias sobre “Momentos Missionários do material da campanha

  • 13/08/2020 em 14:25
    Permalink

    Amei, excelente vou usar esses momentos missionário com a graça de Deus

    Resposta
  • 03/09/2020 em 09:23
    Permalink

    Muito enriquecedor. Momentos missionários maravilhosos. Com certeza usarei alguns.

    Resposta
  • 10/09/2020 em 21:03
    Permalink

    A dinâmica do Coração é impactante!

    Resposta

Deixe uma resposta para Vera Lúcia Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *