Quando o alvo da campanha é ultrapassado, algumas igrejas cogitam deixar o valor sobressalente no caixa da igreja, investir em projetos locais, ou enviar para outros destinos. Isso é correto? Vamos refletir sobre isso!

Sabemos que trabalhamos para o Reino de Deus e ele não se limita apenas a uma Agência Missionária ou Denominação, mas o grande problema está em não ser sincero e franco ao fazer a campanha.

Certamente o promotor ficaria extremamente constrangido em fazer uma campanha durante meses, contagiando os irmãos a darem o seu melhor para que vidas sejam transformadas nos campos através dos missionários e projetos de Missões Mundiais, Nacionais, Estaduais ou Regionais, e, depois, quando ultrapassado o alvo pelo esforço e dedicação dos irmãos, a oferta ser destinada para outra causa.

A grande questão é a franqueza durante a campanha! Se houver qualquer possibilidade de que um centavo não seja enviado para o destino que foi dito, não está correto! Tudo deve ser planejado com antecedência e a igreja deve saber exatamente para onde irá a sua oferta, sendo o alvo ultrapassado ou não. Ninguém é dono de ofertas! Elas pertencem ao Senhor e não podemos de forma alguma, desviar o destino pelo qual elas foram ofertadas!

Ah… quão bom seria se todas as igrejas dobrassem, triplicassem seus alvos! Teríamos mais barcos na Amazônia, vários ônibus pelo sertão levando compaixão e graça, o dobro de missionários plantando igrejas em todo Brasil e mundo, centenas de Cristolândias e milhares de pessoas conhecendo o amor de Deus! Tudo é uma questão de motivação! Onde está sua motivação? Você tem transmitido à sua igreja a motivação correta para fazer uma campanha missionária? Leia mais sobre isso no Post: http://missoesnacionais.org.br/blog/motivacao-ou-resultado/

Quando a motivação da igreja é correta Deus supre as necessidades daqueles que erguem os olhos e tiram os olhos das suas próprias necessidades! Missões é uma questão de fé! De onde vem o sustento? Nossa dependência está em Deus ou nos dízimos e ofertas? Jamais uma igreja deixará de ter o sustento porque investe em missões ou envia o sobressalente do alvo alcançado! A Igreja é do Deus missionário e Ele proverá o sustento, pois supre as necessidades daqueles que buscam primeiro o Seu Reino. Duvidar do sustento de Deus é falta de fé.

Alguns cogitam ficar com o sobressalente do alvo porque querem investir em projetos locais ou o caixa da igreja tem tido problemas. Sem fé é impossível agradar a Deus e quando uma igreja experimenta investir em missões com todo o coração, certamente verá coisas grandes e extraordinárias, pois Deus ama pessoas e quando amamos o que Deus mais ama e priorizamos o Reino, Ele, sabedor de nossas necessidades, suprirá cada uma. É uma questão de fé, e “Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam”Hebreus 11:6

Deus abençoe seu ministério!

Compartilhe nas redes sociais:
E quando o alvo é ultrapassado? É correto enviar o sobressalente para outro destino?
Classificado como:    

Uma ideia sobre “E quando o alvo é ultrapassado? É correto enviar o sobressalente para outro destino?

  • 11/12/2019 em 17:44
    Permalink

    Quando eu penso que tem igreja que não faz campanha ou não da a mínima para o valor ou alvo da igreja eu fico sem acreditar . Missões quando é movida pelo coração de Deus , coração inspirado pelo Senhor alcança alvos inseparáveis. A minha igreja mudou para melhor , eles começaram a entender o real sentido de tudo isso e ver que não só eu que fico alegre, que fico emocionada quando ultrapassamos o alvo é maravilhoso . O nosso Deus é surpreendente .

    Resposta

Deixe uma resposta para Taísa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *